Convocatória FestFoto 2019

Galeria da Convocatória 2019
A cada semana exibiremos aqui trabalhos inscritos na Convocatória para o Fotograma Livre 2019 cujas imagens chamaram a nossa atenção. Estamos inaugurando a galeria com as imagens da norte-americana Wendy Sacks, vencedora da convocatória de 2018.
O termo diáspora define o movimento migratório dos povos – normalmente forçado e, por vezes, traumático. Da narrativa bíblica do êxodo dos hebreus guiados por Moisés, até a onda migratória atual, onde povos do dito “sul global” colocam a mobilidade como uma demanda global – aí está a diáspora.
O ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas) estima que  a cada três segundos, no mundo todo, uma pessoa é obrigada a deixar sua casa. O número dá dimensão ao tema e põe em relevo as áreas de contato provocadas por estas novas partilhas de presenças e ausências. Entendemos que os desterros contemporâneos cruzam dimensões cotidianas de espaços e tempos para reabrir passados e tecer novas possibilidades de narrativas diante de antigas identidades nacionais.
Com o título Da Diáspora: Identidade, Hibridismo, Diferença, a 12a edição do Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre  anuncia sua Convocatória aberta a todos os fotógrafos e fotógrafas de todas as partes do mundo. Serão selecionados 20 finalistas dos quais será definido um vencedor que receberá como prêmio, passagens e hospedagens para participar do festival e um Passaporte Livre para participar da Plataforma Internacional de Leituras de Portfólio 2019.
Os 10 primeiros colocados terão seus trabalhos publicados e resenhados no Blog do FestFoto ao longo de 2019. Durante o processo de seleção também estaremos exibindo em nosso site, uma galeria com trabalhos inscritos que chamaram a atenção do nosso júri.
A Convocatória FestFoto 2019 mantém a parceria com a plataforma LensCulture, um dos maiores destinos on-line do mundo para a descoberta e difusão de fotografia contemporânea com uma audiência global de mais de 2 milhões pessoas. Você está convidado a usar a plataforma LensCulture para fazer sua inscrição na Convocatória FestFoto 2019.
A data limite é 6 de janeiro de 2019 e serão aceitas inscrições em duas categorias: Multimídia/Narrativas Visuais em vídeo (com trabalhos de até 4 minutos) e Portfolio com até 20 imagens. A taxa de inscrição é de R$ 95,00. Os trabalhos selecionados serão exibidos durante o FestFoto, de 27 de abril a 26 de maio de 2019.

Daniel Sosa – Uruguai
Diretor do CDF
Centro de Fotografia de
Montevideo

Daniel Sosa Debenedetti

Uruguaio nascido em 1971, o fotógrafo Daniel Sosa foi um dos criadores do Centro de Fotografia, em Montevidéu, onde ele atua como diretor desde 2002. Instituição dedicada à difusão da fotografia na América Latina, o centro mantém uma coleção de mais de 100.000 fotografias históricas do período entre 1840 e 1990, e mais de 30.000 imagens contemporâneas a partir de 1990 até os dias atuais.
Um dos editores da revista Sueños de la Razão, coordena permanentemente seis salas de exposições onde trabalha com fotógrafos contemporâneos do Uruguai e outros países estão expostos. Também produz um programa semanal de televisão, f/22, dedicado à reflexão e à promoção da fotografia.
A CdF organiza o Festival Internacional de Fotografia "MUFF" em um período de três anos, do qual Daniel Sosa é o diretor.

Sinara Sandri – Brasil
Coordenadora FestFoto
Diretora da Plataforma Internacional de Leituras de Portfólio.

Sinara Sandri

Jornalista, especialista em História (UFF), mestre em História (UFRGS), doutoranda em Comunicação e Informação (UFRGS). Co-Fundadora e coordenadora do FestFoto, coordenou a equipe da Plataforma Internacional de Leituras de Portfólio do FestFoto de 2015 a 2017. Coordenou a equipe que elaborou o projeto do Centro Cultural Palacinho - Fototeca do Rio Grande do Sul. Tem pesquisa pesquisa relacionada a fotografia e reforma urbana, com estudo de caso sobre a obra do fotógrafo italiano Virgílio Calegari. É colaboradora da OF Magazine, revista online do FestFoto. Interessada em temas como paisagens urbanas, meio-ambiente e fotojornalismo.

Steven Evans
Estados Unidos

Diretor do FotoFest
Houston

Steven Evans

Steven Evans estudou fotografia no Atlanta College of Art (B.F.A. 1987) e da Nova Scotia College of Art and Design (M.F.A. 1989). A partir de 1990, trabalhou na Dia Art Foundation, em Nova York, onde ele ajudou artistas como Douglas Gordon e Vera Lutter criar exposições de grande escala. Em 2000, ele começou a trabalhar no Dia: Beacon museu no interior de Nova York, e ele era o diretor-gerente do museu até 2010. A partir de 2010, Evans trabalhou como diretor da Fundação Linda Pace, em San Antonio. Em 2014, foi nomeado Fotofest diretor-executivo e é responsável por suas exposições, programas e organização. Em 2015 ele organizou a Fotofest inter-bienal exhibitions I Am A Camera Eye e O Colecionador: The Collection Maloney, em Houston. Com Wendy Watriss, foi co-curador da exposição FotoFest inter-Bienal Internacional Descobrimentos V, e com Wendy Watriss e Fred Baldwin, fez a curadoria e organizou exposição principal da Bienal do Fotofest 2016 CHANGING CIRCUMSTANCES: Looking at the Future of the Planet. Recentemente, ele tem representado FotoFest em eventos de fotografia e festivais na Argentina, Brasil, China, França, Coréia e Rússia.

Krzysztof Candrowicz Polônia
Diretor e curador do FotoFestiwal de Lódz, na Polônoa, Co-Curador da Trienaurador da Bienal do Porto 2019, em Portugal

Krzysztof Candrowicz

Krzysztof Candrowicz é curador, pesquisador e diretor de arte. Fundador e diretor do Festival Internacional de Fotografia em Lodz, da Fundação de Educação Visual e o Lodz Art Center. Krzysztof Candrowicz também trabalha como consultor, curador convidado e professor visitante em numerosas organizações, museus, escolas e festivais na Europa e no mundo. Desde 2014, ele é o diretor artístico da Trienal de Fotografia de Hamburgo, na Alemanha. Curador da Bienal de Fotografia do Porto 2019, em Portugal.

Elena Navarro México
Diretora do Centro de la Imagen/Cidade do México e Diretora Artística do Festival Internacional de Fotografía Fotoméxico.

Elena Navarro

Elena Navarro tem mais de vinte anos de experiência no setor cultural trabalhando na Feira ARCO de Arte Contemporânea  e a Residência de Estudantes, em Madrid e de ter fundado a revista Arte y Parte. Em 2001 criou Canopia, uma empresa da qual foi diretora até maio de 2018, quando foi nomeada Diretor do Centro a imagem. Entre 2013 e 2018, foi diretora artística do Festival Internacional de Fotografia Fotoméxico. Durante sua carreira profissional, um dos principais objetivos de Elena foi estabelecer pontes dentro do ecossistema cultural, promovendo a internacionalização de projetos culturais através da co-produção entre diferentes instituições em diferentes países.

 

Silas de Paula
Brasil

Fotógrafo e Curador independente atuando na linha de pesquisa em Fotografia e Audiovisual.

Silas de Paula

Fotógrafo capixaba, nasceu em 1950 e reside no Ceará desde 1973. Doutor pela Universidade de Loughbourough, Inglaterra, foi professor do Curso de Comunicação e do Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Ceará – UFC, atuando na linha de pesquisa em Fotografia e Audiovisual. Autor do projeto “Imagens Não Reveladas” para jovens artistas visuais do Ceará. Participou da organização e da curadoria de todas as mostras do DiVerCidade e dos Encontros de Agosto,em Fortaleza; fez parte da comissão julgadora do Prêmio Conrado Wessel, em São Paulo; da seleção de projetos para Editais de Cinema e audiovisual Secretaria de Cultura da Bahia, do Ceará, entre outras. Tem dois livros, fez várias exposições, ganhou alguns prêmios, entre eles o Prêmio Marc Ferrez e o Prêmio Leica/Consigo. Tem diversos textos publicados em revistas científicas e jornais."MUFF" em um período de três anos, do qual Daniel Sosa é o diretor.

Jim Casper – Amsterdan
Holanda
Editor Chefe do
LensCulture

 

Jim Casper

Jim Casper é editor-chefe e co-fundador da LensCulture, um dos destinos online líderes em difusão de fotografia contemporânea de todo o mundo. Como membro ativo do mundo fotografia contemporânea, Casper organiza eventos anuais internacionais de fotografia, viaja pelo mundo para se encontrar com fotógrafos e rever suas carteiras, curadoria exposições de arte, escreve sobre a fotografia e cultura, palestras, realiza workshops, serve como um jurado internacional e nominator para prêmios principais, e é um assessor de artes e organizações de educação. Ele faz parte do conselho de administração da SPE, a Sociedade para a Educação Fotográfica, a maior associação do mundo de educadores fotografia.

Iatã Cannabrava
Brasil
Diretor do Estúdio Madalena e da Editora Madalena.

Iatã Cannabrava

Iatã Cannabrava (Brasil) – Iniciou a carreira de produtor cultural em 1989, presidindo a União dos Fotógrafos do Estado de São Paulo. Em 2002 dá início ao Estúdio Madalena, empresa voltada à produção cultural em Fotografia. Foi criador de projetos como Foto São Paulo (2001) e Povos de São Paulo – Uma Centena de Olhares sobre a Cidade Antropofágica (2004). Curador do Fórum Latino-Americano de Fotografia de São Paulo, promovido pelo Itaú Cultural, e esteve à frente do Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco de 2006 a 20016. Vem pesquisando a fotografia moderna brasileira desde 2006, sendo curador da mostra Moderna Para Sempre. Como fotógrafo, tem uma obra voltada à transformação das cidades através de sua arquitetura e seus habitantes. Participou de mais de 40 exposições e tem dois livros publicados. Além disso, é fundador do Madalena Centro de Estudos da Imagem, fruto de um projeto de longa data que visa fomentar a educação visual. Recentemente, ao lado de Claudi Carreras e Claudia Jaguaribe, criou a Editora Madalena, dedicada exclusivamente à publicação de fotolivros. Criador do Valongo - Encontro Internacional da Imagem, em Santos/SP.

Bisi Silva – Lagos
Nigeria
Curadora independente e fundadora/ diretora do Centro de Arte Contemporânea de Lagos. 

Bisi Silva

Bisi Silva é curadora independente e fundador / diretor do Centro de Arte Contemporânea de Lagos (CCA, Lagos), inaugurado em dezembro de 2007.

Co-curadora de "O Progresso do Amor", uma colaboração transcontinental em três locais nos EUA e na Nigéria (outubro de 2012 a janeiro de 2013). Foi co-curadora de "J.D." Okhai Ojeikere: Moments of Beauty, "Kiasma, Helsinki (abril - novembro de 2011). Também foi co-curadora da 2ª Bienal de Arte Contemporânea de Thessaloniki, Grécia, "Praxis: Art in Times of Uncertainty" em setembro de 2009.

Em 2006, Silva foi um dos curadores da Bienal de Dakar, no Senegal. Participou em várias conferências e simpósios internacionais e escreve para muitas publicações e revistas de arte internacionais e faz parte do conselho editorial da N.Paradoxa, uma revista de arte feminista internacional e é editora convidada para a África e a Diáspora Africana. de N.Paradoxa (jan. 2013).

Fechar Menu